Skip to content Skip to sidebar Skip to footer

Sindicato dos Bancários de Uberaba lança campanha #BancoParaTodos

Fechamento de agências vem provocando demissões e prejuízos enormes para a sociedade

O Sindicato dos Bancários de Uberaba e Região engrossou o coro de toda a categoria, que por todo o Brasil se mobilizou no lançamento da campanha #BancoParaTodos. Com este movimento, lançado hoje (28), o objetivo da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) é o de denunciar os problemas causados pelo fechamento de agências bancárias em diversas localidades do país.

Por isto, a agência do Banco Itaú, localizada no bairro Abadia, foi a escolhida em Uberaba para a manifestação, já que esta instituição financeira fechou duas de suas agências na cidade. “Com um lucro estimado em mais de R$ 30 bi até o final do ano, não há justificativa para fechamento destas unidades, e muito menos de demissões, como vêm acontecendo”, denuncia o presidente do Sindicato dos Bancários de Uberaba e Região, Diego Bunazar.

A campanha #BancoParaTodos quer buscar soluções, e conscientizar a população de que a justificativa dos bancos de que a maioria dos serviços agora é realizada por plataformas digitais, não deve ser levada em consideração. Para o líder sindical, a população merece um atendimento presencial acessível e eficiente, inclusive em bairros, onde muitas agências locais foram fechadas.

Números – Levantamento do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese) pontua que 42% dos municípios brasileiros não possuem nenhuma agência bancária. Em 7% dessas cidades, não há atendimento bancário.

Hoje o Brasil conta com 7.216 agências em todo o país, o menor número desde 2007, quando o Banco Central começou a registrar esses dados. E a situação está se agravando, pois somente no ano de 2022 foram fechadas 428 unidades, sendo três delas em Uberaba. “Precisamos buscar soluções e garantir o acesso da população aos serviços bancários. Buscar caminhos para evitar o assédio ao trabalhador e trabalhadora, e ainda, evitar as demissões de nossos companheiros”, finaliza.

Leave a comment

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.